Um bebê, de aparentemente dois meses, foi encontrado morto no Igarapé do Franco, atrás da Feira do São Jorge.
Policiais civis e militares nas pontes que levas às palafitas do Igarapé do Franco, atrás da Feira do São Jorge. (Foto: Andreza Maria Cunha)

Por volta das 14h desta quinta-feira (8), os policias da 21º Companhia Interativa Comunitária (Cicom) foram acionados pelo 190 por moradores das proximidades da Feira do São Jorge, informando que o corpo de um bebê foi encontrado boiando no Igarapé do Franco.

A criança teria sido confundida com um boneco, por dois homens que estavam em uma canoa procurando madeiras dentro do igarapé. Quando constaram se tratar de uma bebê morto, eles levaram o corpo para mais próximo das palafitas.

Chefe de investigação da 21ª Cicom, Jéssica Corrêa. (Foto: Andreza Maria Cunha)

De cordo com informações da chefe de investigação da 21ª Cicom, Jéssica Corrêa, ainda não é possível precisar quantos meses tem o bebê e se o crime ocorreu no bairro de São Jorge.

"Não sabemos se o caso ocorreu aqui no São Jorge. Até então a informação é de que o corpo da criança foi trazido pela chuva. O corpo está em um estágio de decomposição avançado, mas só a perícia vai poder constatar de fato o tempo da morte. O corpo estava muito inchado pois foi encontrado na água, por isso o trabalho dos peritos é que vai determinar a causa real da morte e a idade do bebê", explicou a delegada.

Policiais militares isolaram a área e os peritos da Polícia Civil estiveram no local no momento da remoção do corpo para o Instituto Médico Legal (IML). Até o momento nenhum familiar da criança apareceu.

Foto: reprodução

Texto Andreza Maria Cunha.

Qual a sua reação?



Comentários no Facebook