A presidente do FPS, Mônica Mendes, enfatizou que essa proposta de integralização das secretarias vai continuar neste ano, conforme determinação do governador Amazonino Mendes.
Foto: Divulgação/FPS

Titulares e representantes das secretarias do Governo do Amazonas estiveram reunidos nesta terça-feira (09) para avaliar e alinhar novos projetos e a retomada de programas na área cidadania e assistência social do Estado. Durante a reunião foi definida a realização da terceira edição do “Todos Pelo Amazonas”, programa que disponibiliza serviços gratuitos de cidadania, saúde, esporte e lazer, para o próximo sábado (13), no município de Iranduba (a 28 quilômetros de Manaus), e a implantação do projeto de resgate social “Juventude Amor e Vida”.

As duas últimas edições do Programa atenderam 40 mil pessoas em diversas áreas e que registraram mais de 53 mil atendimentos, desde a expedição de documentos a atendimentos médicos, feitos nas duas zonas mais populosas da capital. Em Iranduba, a mobilização será realizada no Centro de Educação de Tempo Integral (Ceti) Professora Maria Izabel Desterro e Silva, no horário das 8h às 16h. O programa é coordenado pelo Fundo de Promoção Social e Erradicação da Pobreza (FPS) e faz parte da iniciativa da Secretaria de Segurança Pública (SSP-AM) de intensificar a oferta de serviços públicos e colaborar com as ações de combate à criminalidade.

A presidente do FPS, Mônica Mendes, enfatizou que essa proposta de integralização das secretarias vai continuar neste ano, conforme determinação do governador Amazonino Mendes. “Foi uma reunião em que tivemos a oportunidade para tratar de ações que tiveram êxito no ano passado, e também para discutir projetos que vamos implementar com o foco no resgate e inclusão social. Estamos seguindo a determinação do governador Amazonino Mendes de continuar com as ações integradas entre as secretarias para que possamos avançar cada vez mais na proposta da qualidade de vida dos amazonenses”.

Resgate social - Outra importante abordagem avaliada foi a implantação do Projeto “Juventude Amor e Vida (PJAVI)” da SSP-AM, que tem o intuito de atender adolescentes e jovens, na faixa etária de 12 a 29 anos, em situação de vulnerabilidade pessoal e social, na zona leste de Manaus. As ações devem ser direcionadas para a inclusão e promoção social através de práticas desportivas, artísticas, culturais, socioeducativas e profissionalizantes.

O projeto foi apresentado pelo secretário executivo da SSP-AM, coronel Amadeu Soares, que destacou a proposta de consolidar o enfrentamento da violência. “Queremos desenvolver a cultura de paz em nosso Estado e, para isso, temos de atuar com ações que reforcem esse propósito em nossa sociedade. Na próxima semana, estaremos definindo o projeto por completo com todos os órgãos parceiros”.

Participação - A reunião aconteceu na Sede do Governo, bairro compensa I, zona oeste, com a presença dos titulares e representantes da Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP-AM); Secretaria de Estado de Assistência Social (Seas); Secretaria de Estado da Juventude, Esporte e Lazer (Sejel); Secretaria de Estado da Cultura (SEC); Secretaria de Estado de Saúde (Susam); Secretaria de Estado de Educação e Qualidade do Ensino (Seduc); Secretaria de Estado de Justiça, Cidadania e Direitos Humanos (Sejusc); Secretaria de Estado da Pessoa com Deficiência (Seped); Instituto de Pesos e Medidas (Ipem); Departamento de Trânsito do Amazonas (Detran-AM); Ouvidoria Geral do Amazonas; Prodam; e Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas (CBMAM).



Com informações de assessoria

Qual a sua reação?



Comentários no Facebook